Espectro para o 5G

Este fórum interativo de um dia examinará os requistiro por trás das exigências de espectro para 5G nas diferentes faixas de freqüência que serão necessárias para atender à estas várias tecnologias.
Leia Mais

Las Violetas de Bronka

"(...) A proposta de fazer um programa com mulheres foi bem acolhida pelas pessoas da Rádio, em geral lhes pareceu interessante(...)". Leia esta entrevista com a Domi...
Leia Mais

Provedor Comunitário

Como Montar e Regularizar um Provedor Comunitário. A ONG ARTIGO 19 reuniu presencialmente vários especialistas para discutir os temas que seriam abordados neste estudo...
Leia Mais

Espectro e desenvolvimento

No campo que passou a ser conhecido como Tecnologias de Comunicação e Informação para o Desenvolvimento (ou pela sigla em inglês ICT4D), a questão de gestão e regulação do espectro eletromagnético (utilizado nas conexões sem fio ou wireless) furtou-se à maioria dos programas e debates de doadores. Em termos bem amplos, o campo das ICT4D estuda o impacto que as tecnologias da comunicação e informação (TICs) causam no desenvolvimento e explora as maneiras como a igualdade, os direitos e o desenvolvimento sócio-econômico podem ser afetados positivamente pelo acesso às TICs.

Espectro Livre, Transparência e Vigilância: por uma apropriação dos meios digitais na Amazônia

Espectro Livre, Transparência e Vigilância: por uma apropriação dos meios digitais na Amazônia

O presente artigo refere-se ao atual contexto mundial de migração dos serviços analógicos de comunicação de rádio e televisão para novos serviços digitais. Face à emergência de plataformas digitais de mídia, que impulsionam uma circulação veloz de informação entre grandes territórios, e a demanda por um uso eficiente do espectro eletromagnético, apresentaremos o conceito de gestão dinâmica do espectro1, que modifica o paradigma de escassez vigente na gestão analógica deste bem público.

Anatel Discute com a Sociedade Civil uma Nova Gestão do Espectro

Nos últimos dois anos, a Agência Nacional de Telecomunicações promoveu dois seminários para atualizar o modo de funcionamento do espectro radioelétrico, visando tanto otimizar quanto garantir seu uso efetivo. Novas tecnologias permitem a chamada alocação dinâmica do espectro, rompendo com o paradigma de atribuição exclusiva de canais, ao mesmo tempo em que se faz necessário garantir que onde haja demanda de serviços, a gestão comunitária e os pequenos empreendedores também possam se valer desse bem público para atender ao interesse local de comunicação.

Páginas

Subscrever espectro.org.br RSS

espectro.org.br

Espectro e Redes Comunitárias

espectro.org.br